Nublado

Máximo: 34º

Mínimo: 22º

26 de Setembro de 2018

Conhecer para cooperar começa dia 14

São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Estes são os próximos destinos do último módulo prático do projeto Conhecer para Cooperar – Ramo Saúde, que ocorrerá entre os dias 14 e 18. Os formuladores de políticas públicas e representantes de agentes financeiros que integram a comitiva conhecerão de perto a realidade da Uniodonto e Unimed Campinas, Uniodonto e Unimed do Brasil, Cooperativa Paranaense dos Anestesiologistas (Copan), Unimed Curitiba, Unimed Grande Florianópolis e Uniodonto Santa Catarina.

O grupo também terá a oportunidade de ver o funcionamento da Organização das Cooperativas dos estados anfitriões: Ocesp, Ocesc e Ocepar. A Federação das Unimeds do Estado de Santa Catarina também faz parte da programação, composta por visitas e reuniões técnicas.

O projeto é uma realização do Sistema OCB em parceria com a Faculdade Unimed e tem por objetivo apresentar a governança, as estratégias de gestão e, ainda, os conceitos essenciais e desafios enfrentados pelo setor de saúde cooperativista a representantes da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), do Ministério da Saúde (MS), e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Para o Sistema OCB, quanto maior o conhecimento dos formuladores de políticas públicas a respeito da atuação das cooperativas brasileiras, melhor será a efetividade dos normativos, resoluções e leis propostas para o setor. 

RAMO SAÚDE

As cooperativas brasileiras de saúde estão entre as mais sólidas do mundo. Elas estão presentes em 85% do território nacional e são fundamentais para levar atendimento de qualidade a milhares de pessoas, em todos os estados. Este modelo cooperativo, reconhecido como um dos maiores do mundo, responde por mais de 32% dos beneficiários da saúde suplementar brasileira nos planos médico e odontológico.

São mais de 22 milhões de brasileiros que utilizam planos de saúde cooperativos. Com mais de 50 anos de atuação no Brasil, as 813 cooperativas de saúde, segmentadas em três confederações, reúnem mais de 225 mil cooperados e geram quase 100 mil empregos diretos.

Fonte: Sistema OCB

Data: 10/05/2018 | Por: OCB