Nublado

Máximo: 28º

Mínimo: 20º

21 de Outubro de 2018

Sicredi e UEMS assinam convênio de projeto para preservação da Flora Pantaneira

_DSC0041

A Sicredi Pantanal MS assinou um Convênio de Cooperação em Pesquisa e Difusão de Tecnologias com a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) no valor de R$ 45 mil para reforma e adequação do Laboratório de Conservação da Flora Pantaneira, na unidade universitária de Aquidauana.

O termo foi assinado na Sede da Cooperativa, em Maracaju, pelo presidente da Sicredi Pantanal MS, Emerson Perosa; o presidente da Central Sicredi Brasil Central, Celso Figueira; o reitor em exercício da UEMS, Laércio Alves de Carvalho; e pela professora Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino Santos, coordenadora do projeto. “É um convênio muito importante para a Universidade, porque mostra o interesse da sociedade em trabalhar em parceria com a universidade pública e também dentro de uma linha importante que é a biotecnologia, para que possamos atuar na conservação da flora do Pantanal”, ressaltou o reitor.

A iniciativa nasceu da necessidade de garantir a preservação dos recursos genéticos vegetais. Esses recursos constituem patrimônio nacional pois são as bases da subsistência humana, suprem as necessidades básicas e ajudam a resolver problemas como a fome e a pobreza. Sendo, portanto, necessário conservar a variabilidade biológica para benefício das gerações presentes e futuras.

 

Por meio de coleta, caracterização e estudo da biodiversidade da flora nativa, será criado um banco de germoplasma – local para manter e conservar sementes e outros materiais de multiplicação de espécies vegetais fora do seu habitat. Também, será possível realizar, posteriormente, a multiplicação destas espécies, para fornecimento à comunidade, visando, principalmente, a recuperação de áreas degradadas.  

 

Para o presidente do Sicredi Pantanal MS, Emerson Perosa, esse convênio representa a sustentabilidade para o futuro do Pantanal sul-mato-grossense. “Para nós é muito importante investir nas futuras gerações, porque nós não acreditamos que as empresas estejam aqui só para explorar o mercado, mas para fazer acontecer o futuro. Encontramos na UEMS uma grande parceria para que a gente preserve a flora pantaneira, nosso maior patrimônio natural, uma das maiores heranças que podemos deixar para as futuras gerações”, destacou Emerson Perosa.

Celso Figueira, presidente do Sicredi Brasil Central, enfatizou que o Sicredi participa de iniciativas que visam a melhoria das pessoas. “Esse é mais um projeto que o Sicredi Pantanal entra, com o apoio do Sicredi Brasil Central, para nós tentarmos preservar o que já temos hoje no Pantanal e para pesquisarmos as utilidades que por ventura possam ter, especialmente as plantas do Pantanal que é o objeto deste trabalho. E com isso nós queremos que a comunidade ganhe!”, disse Figueira.

De acordo com a professora, Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino Santos, coordenadora do projeto, o laboratório será utilizado, principalmente, pelos cursos de Engenharia Florestal e Agronomia. “Nós temos projetos para caracterização genética e fenotípica de material genético do Pantanal. Então vamos trabalhar com os recursos da flora. O foco é na área vegetal e serão executados trabalhos de pesquisa e prospecção, que é o potencial uso na agricultura, como por exemplo o controle biológico”.

Data: 05/10/2018 | Por: Sicredi